A visita das Corruíras

 

Corruíra | Troglodytes musculus

 1 MINUTO DE LEITURA

Apesar da poluição sonora típica produzida pelos veículos movidos à combustão que transitam sem cessar pelas ruas de Copacabana, no Rio de Janeiro, um par de Corruíras se fez notar nessa manhã de Domingo, ao menos para os moradores mais atentos às belezas naturais que ainda resistem à hostilidade da cidade grande.

Leonardo da Vinci e o estudo dos pássaros

 

Leonardo da Vinci, por F. Bartolozzi (1795)

 

2 MINUTOS DE LEITURA
 
Tão útil como conhecer a biografia de um dos maiores gênios que a humanidade já produziu é poder vê-la reconstruída, com perspicácia, a partir dos cadernos deixados pelo próprio biografado que sobreviveram aos últimos quinhentos anos.
 
É esse o caso do excelente livro escrito por Walter Isaacson sobre a vida de Leonardo da Vinci (1452-1519).
 

Catlleya labiata x Blc Oconee

 

Catlleya labiata x Blc Oconee

 1 MINUTO DE LEITURA

Há pouco mais de três anos desejava adquirir um exemplar da orquídea brasileira Cattleya labiata, primeira espécie de orquídea oficialmente descrita e classificada da história, segundo nos informa o biólogo Sergio Oyama Junior, em seu excelente site Orquídeas no Apê.

À época tive dificuldade de encontrar essa bela e perfumada espécie em sua forma pura, então me contentei com um híbrido dela com uma Blc, sigla que indica o cruzamento entre os gêneros Brassavola, Laelia e Cattleya.

O Segredo da Buganvília

 

Bougainvillea spectabilis Willd. (foto: Preen)


2 MINUTOS DE LEITURA

A Buganvília é uma vistosa trepadeira nativa da América do Sul, especialmente do Brasil, de cores intensas que variam do branco ao escarlate e que floresce praticamente ao longo de todo o ano.

Os tons vibrantes vêm de folhas especialmente modificadas (as brácteas) que cercam as pequeníssimas flores, sem valor ornamental.
 

Lições de Bem-te-vi


Bem-te-vi | Pitangus sulphuratus

2 MINUTOS DE LEITURA

Uma construção antiga próxima de onde resido, localizada em movimentada avenida do bairro de Copacabana, no Rio de Janeiro, é objeto de discórdia familiar. Até onde chegou ao meu conhecimento, o imóvel foi herdado há muito tempo por irmãos que não se entendem sobre sua destinação, nem sobre o preço de eventual venda a terceiros, uma história relativamente comum e que costuma se repetir em muitas famílias humanas.