Os Esquilos e as Árvores


"Hora do lanche"
(menção honrosa no XV Concurso de Fotografia 
do JBRJ)

Os esquilos, conhecidos no Brasil pelo nome Caxinguelê (Sciurus aestuans), são mamíferos roedores de hábitos arborícolas (vivem principalmente nos ocos das árvores) e são, de fato, animais muito simpáticos.

Diz-se que sua dieta abrange coquinhos, amêndoas, castanhas e até mesmo insetos e ovos de pássaros. Mas quem sabe também não inclua algumas frutas exóticas? A julgar pela fotografia que inicia esse post, que tive a satisfação de ver receber menção honrosa no XV Concurso de Fotografia do Jardim Botânico do Rio de Janeiro, imagino que o caxinguelê também aprecie uma bela manga verde e amarela!

A eles também se atribui um interessante comportamento, de inegável importância ecológica. É que, a exemplo das Cutias (Dasyprocta sp.),  gostam de enterrar sementes, mas muitas vezes se esquecem de onde as enterraram, o que contribui diretamente para a dispersão das árvores.

Em uma caminhada recente no Jardim Botânico do Rio, dei a sorte de ver um desses curiosos animais cruzar a minha frente. De maneira bastante desinibida, começou a degustar algum tipo de amêndoa, para depois enterrá-la cuidadosamente até desaparecer sob a grama.

Com a câmera na mão, acredito ter feito um registro razoável desse comportamento, que pode ser visto logo abaixo. Caso o leitor goste do vídeo, deixo o convite para que se inscreva no canal do Aves & Árvores no Youtube, se ainda não o fez. Com isso, receberá gratuitamente por e-mail novos flagrantes como esse, sempre ligados à temática ambiental.




"Pílula Ecológica"

Você sabia? Para produzir 50 quilos de papel são gastos 27.000 litros de água. Reutilize papéis como rascunho e colabore com o desenvolvimento sustentável do planeta, evitando o desperdício.


Cadastre-se

* preenchimento obrigatório

6 comentários:

  1. Sempre fui completamente apaixonada por estes bichinhos. Além de muito graciosos são extremamente simpáticos! Filho, sua foto é espetacular! Bem merecida a menção honrosa q vc recebeu. Amei seu vídeo com o registro do cotidiano deste simpático esquilo! Parabéns!! Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, mãe. Fico feliz que tenha gostado da foto e do post. Bj!

      Excluir
  2. Ótimo texto, Cristiano. Muito feliz em mencionar que esquilos e cutias são parte importante dessa teia de interações ecológicas. A parte "invisível" que mantém um floresta existindo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Fernando. Que bom que gostou! Quanto tirei essa foto ainda não compreendia bem as interações ecológicas, mas aos poucos fui me interessando e estudando o assunto. Creio ter sido "contaminado" com o "vírus" da ciência. Como bem disse Eduardo Pegurier, ao prefaciar o recém-lançado livro do Fernando Fernandez, que em breve será objeto de resenha aqui no blog, "a curiosidade genuína sobre o mundo, desprovida de ideologia, é a força mais poderosa que move a ciência". Compartilhar esse tipo conhecimento na internet, além de ser um prazer pessoal, é a parte que me cabe no ativismo ecológico de que são grandes exemplos você e o Fernandez. Forte abraço!

      Excluir
  3. Lindo irmâo - agora sim bom dia estar contigo - Aun acredito en la mudancia - A natureza em extinción - numa mistura activa seja America Latina - Vamos dicer ÑÑÑÑÑ a eso! Hoy quiero dicer cuase toda mañana al viver dientro de uno pantano - donde los pajaros sea norte - centro y sur viene aqui se enamoran - mi objetico - en 2 plazas y 3 parques mi presente a ellos alimentación- alpiste - ajojoli - quinua - milho ralado - aceite de liñaza - incríble cada dia veo más...
    o que falta aqui Perú plantar estes arbustos y pricipalmente árvores com flores de nectar - muchos beija flor - pica flor existem por aqui. beijos - até logo. Parabéns seu texto esta bem escrito.incentiva: tipo Campo Santana - RJ além da Cutia também Esquilo por la plantar amêndoas - castanhas etc - sim este Parque Campo de Santanha já é bem controlado pelo Governo -

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ¡Hola amigo! Sea bienvenido. Agradezco sus palabras y cada uno de nosotros cuento para la conservación de la naturaleza. Gracias y vuelve pronto !

      Excluir